O chef italiano Estrela Michelin Luca Marchini: “Criei a linha de conservas Bottega Da Re para entrar nas casas através da comida”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

O nome Luca Marchini é sinónimo de alta gastronomia italiana. Este chef, nascido na Toscana em 1971, mas residente em Modena desde os seus 17 anos, é um exemplo de amor pelos sabores da sua terra natal e também de auto-aperfeiçoamento.

Para Luca Marchini não foi suficiente o seu Restaurante L’Erba del Re ou a sua Estrela Michelin obtida en 2008, nem o seu Catering Erba del Re, nem a sua Escola de Cozinha Amaltea nem o seu Trattoria Pomposa. Por isso, perante a agitação causada pela pandemia e marcada pelo encerramento temporário dos seus vários negócios, decidiu criar uma nova linha de produtos em conserva com a intenção de os vender diretamente a terceiros e também através da loja online, La Bottega da Re, inaugurada em setembro de 2020.

Este amante da gastronomia resolveu não ficar estagnado à espera que a situação melhorasse e optou por abrir novos mercados e partilhar a sua paixão pelos sabores mais preciosos da região da Emília e de toda a Itália em formato de vidro.

Todos os tipos de produtos embalados, desde vegetais em conserva, pimentos assados, passando por molhos simples, o resultado de anos de pesquisa e experimentação no seu restaurante. Sem nunca esquecer a base: matérias primas, técnica e amor à cozinha.

Entrevista a Luca Marchini

Muito já foi escrito sobre Luca Marchini. No entanto, a TERRA Food-Tech® gostaria de saber um pouco mais sobre ele. Daí esta entrevista que este chef estrela Michelin nos concedeu de tão bom grado. Além disso, nas nossas histórias de sucesso pode descobrir a sua experiência nesta nova oportunidade de negócio para quem trabalha em restauração.

Aprendeste sobre a arte da gastronomia com grandes chefs, como Massimo Bottura, com quem começaste a trabalhar, Bruno Barbieri e Jean Louis Nomicos. No entanto, sabemos que o teu amor pela cozinha vem da tua infância. Quando é que descobriste a tua paixão pelos fogões?

Eu era uma criança muito curiosa sobre as receitas que a minha mãe e a minha avó preparavam. Fiquei fascinado (de facto, também estava envolvido) pelo que podiam criar com qualquer tipo de ingredientes, mesmo os mais simples e comuns. Para mim aquilo era mágico. Além disso, devo confessar que sempre fui muito guloso.

Criaste o Ristorante L’Erba del Re no ano 2003. E a partir daí foi sem parar, inauguraste em 2004 o Catering Erba del Re, em 2011 a Escola de Cozinha Amaltea, em 2015 o Trattoria Pomposa-al Re gras e, agora, a tua nova linha de conservas Da Re. Porquê? Não era suficiente o restaurante?

Será que alguma vez consegues ter o suficiente de uma arte que adoras? A boa comida pode ser interpretada de mil maneiras diferentes… não é ótimo redescobri-la de novo em cada uma das vezes? Uma linha de conservas que chega diretamente a casa é uma forma de nos aproximarmos das pessoas e fazer-lhes companhia, mesmo na sua casa, sem as incomodar. Cada uma das minhas receitas pode agora chegar a qualquer pessoa em Itália e no estrangeiro.

Conservas Bottega da Re de Luca Marchini

Linha de conservas Bottega da Re do chef estrela Michelin Luca Marchini.

Concentremo-nos no teu negócio mais recente, as conservas. Porque decidiste criá-lo?

Criei esta linha de produtos com um objetivo muito específico: entrar nas casas através da comida. E não só isso, mas também porque sei que com esta linha inteligente de sabores gourmet podemos acompanhar os novos hábitos e necessidades das pessoas.

O que significou para ti esta abertura tendo em conta a situação atual?

Tem sido um novo desafio para todo o pessoal. Embora a qualidade das matérias-primas seja a mesma que utilizo nos meus restaurantes, o método de conservação, sem conservantes artificiais, exigiu estudo e testes. Mas queremos continuar a descobrir, melhorar e sobretudo procurar um verdadeiro diálogo com as pessoas… mesmo nas suas casas.

Todo o pessoal foi obrigado a receber formação mais específica e isto enriqueceu-os com experiências. As receitas e vendas ainda não são estáveis, o mercado é na realidade uma conversa e para compreender toda a confusão de paladares precisas de muita escuta ativa e excelentes produtos, os mesmos que gostarias de oferecer à tua família.

As conservas são uma nova oportunidade de negócio?

Mais do que uma “nova oportunidade” eu diria que são uma “evolução de hábitos”. O que muda é o que se oferece e o seu formato, mas as matérias-primas, o trabalho artesanal, os anos de experiência na alta gastronomia e as muitas histórias da minha terra permanecem.

Quando falas de tecnologia na cozinha e no mundo das conservas, qual tem sido a importância do autoclave da TERRA Food-Tech®?

Essencial. Tem sido e é tão importante como a segurança alimentar. Uma boa receita não é suficiente, o produto é acabado quando a excelência das matérias-primas e a autenticidade da receita permanecem intactas e inalteradas.

Que problemas encontrou no momento da conservação dos alimentos?

Como posso oferecer meu melhor produto fazendo com que chegue inalterado às diferentes casas? Como evitar qualquer tipo de oxidação estrutural e estética? Aqui reside o importante papel da tecnologia: garantir a integridade do produto para proporcionar segurança ao cliente. Após alguns testes, encontrámos a tecnologia certa.

Recebeu orientação da TERRA Food-Tech®? Como foi a sua experiência com a nossa empresa?

Excelente experiência, satisfaz as expectativas e permite trabalhar com qualidade. Sem dúvida, a melhor compra.

Recomendarias a TERRA Food-Tech® a outros chefs?

Sem dúvida. Recomendo porque é a solução para garantir a qualidade e a “resistência” das receitas. Um grande parceiro para promover uma linha de produtos.

Quais são os planos de Luca Marchini para o futuro em geral e para a sua linha de conservas em particular?

O projeto visa testar os gostos das pessoas e alargar a escolha da linha de produtos, explorando as maravilhosas receitas do território italiano, incluindo conservas, os grandes produtos à base de levedura e doçaria.

Obrigado Luca Marchini por nos concederes esta entrevista. A TERRA Food-Tech®, deseja-te muito mais sucessos no futuro.
Até um dia!

Scroll to Top